Notícias

Consulados recebem 4 milhões de euros


Verba destinada a todos os consulados italianos deve agilizar serviços oferecidos

Luta já durava 4 anos e contou com a participação de parlamentares

Os consulados italianos devem receber nos próximos dias 4 milhões de euros para a melhoria dos serviços oferecidos e redução das longas filas de espera para o reconhecimento da cidadania Italiana. A notícia, que havia sido anunciada há algumas semanas pelo ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano, foi confirmada por dois diretores gerais do Ministério ao deputado Fabio Porta.

A demora no atendimento dos Consulados, especialmente para o reconhecimento da cidadania italiana, é uma das principais reclamações dos ítalo-descendentes que vivem na América do Sul, segundo o senador Fausto Longo, ítalo-brasileiro que assumiu a cadeira no Senado Italiano em 2013.

“Desde que assumimos o mandato, participamos de mais de 500 encontros em toda a América do Sul, o que nos trouxe a oportunidade de estar em contato com diversos grupos e ouvir suas reivindicações. Nesse sentido, nosso mandato foi concentrado na propositura de medidas que atendam às principais demandas das comunidades italianas no exterior. Por exemplo, apresentamos 13 Projetos de Leis, todos com ênfase na questão relacionada à cidadania e aos direitos do cidadão”, afirmou Longo.

A destinação aos consulados de 30% da “taxa da cidadania”, que prevê o pagamento de 300 euros por quem solicita a cidadania italiana, foi uma reivindicação dos parlamentares ítalo-brasileiros da recente Legislatura, entre eles, o senador Longo e o deputado Porta. A subdivisão dos recursos obtidos ocorre proporcionalmente ao valor arrecadado por cada Consulado. Os maiores beneficiários serão os Consulados italianos da Argentina, Brasil, Uruguai e Venezuela.

A próxima transferência é referente aos valores de 2016 e do primeiro trimestre de 2017. “Temos uma realidade de milhões de ítalo-descendentes desejosos de serem reconhecidos como italianos. São pessoas que, mais do que vestir a camisa, trazem esta ligação no sangue. E além disso, se caracterizam como uma alternativa de inserção mercadológica do ‘made in Italy’ em todo o mundo. É justo, é digno este reconhecimento! Esta fila tem que acabar!”, defendeu o senador Longo.

Os valores serão destinados exclusivamente à melhoria dos serviços prestados pelos Consulados, como contratação de pessoal, com o objetivo de potencializar a rede consular. Para Longo, esta conquista é resultado de muitas discussões no Parlamento. “Ao mesmo tempo em que essa notícia nos dá a sensação de missão cumprida, também nos motiva a continuar trabalhando de forma consciente para deixar a Itália ao alcance de todos os ítalo-descendentes, sempre lhes lembrando da responsabilidade de ser cidadão italiano. Vamos em frente”, disse o senador.

passaporte italiano

 

Contatos


Itália – Roma – 39 06 67064147

Brasil – São Paulo – 55 11 964026222

secretaria@faustolongo.net

contato@faustolongo.net